Cabo Polônio – Uruguai

O que fazer em Cabo Polônio em apenas 01 dia ?

A apenas 60km de Punta del Diablo fica o famigerado vilarejo de Cabo Polônio – Uruguai. Um local quase que mágico que acabamos descobrindo ao acaso e agora temos um apreço imenso.

O acesso se dá apenas pelos caminhões que partem ali da estação, parecem com os famosos “pau de arara” que se vê muito no nordeste brasileiro. Um caminhão antigo com uma carroceria adaptada para transporte de pessoas. Não é possível ir com seu carro, mesmo estando com carro 4×4. Então por favor não insista, vimos algumas pessoas tentando forçar com os funcionários do parque e sendo muito mal educados.

Parque Nacional Cabo Polônio - Uruguai
Parque Nacional Cabo Polônio – Uruguai
"Pau de Arara" do Cabo Polônio - Uruguai
“Pau de Arara” do Cabo Polônio – Uruguai

A dica é simples, se quiser emoção tente sentar nos bancos de cima, tanto na frente como atrás, mas caso não goste muito de ficar balançando, sugerimos ficar nos bancos de baixo que são bem mais tranquilos.

O estacionamento na central custa 190 pesos por dia para carros e o ticket para o transporte e entrada no parque custa 250 por pessoa. Os horários mudam conforme a estação, então você pode conferir valores e horários clicando aqui.

Depois de 20 minutos subindo e descendo pelas dunas, chegamos ao ponto de entrada do vilarejo. Cabo Polônio tem uma beleza ímpar, um lugar com uma energia parecida com a de Punta del Diablo, mas mais concentrada por estar mais isolado do mundo de certa forma.

Cabo Polônio - Uruguai
Chegada em Cabo Polônio – Uruguai
Caricatura de "Mujica" em Cabo Polônio - Uruguai
Casas de Cabo Polônio - Uruguai

O que fazer em Cabo Polônio ?

Nós só tínhamos aquele dia, pois já havíamos reservado o hostel em Punta del Este, então resolvemos apenas conhecer o vilarejo. Resumindo, iríamos fotografar o máximo que conseguíssemos e voltar em outra viagem pra passar umas noites por lá. Dizem que as fotografias noturnas do céu de Cabo polônio são tão boas quanto as do Atacama, mas infelizmente essas ficaram para uma próxima visita.

Pela manhã fomos em direção ao Farol, passamos por uma praia de conchas e chegamos a loberia, que por sinal estava lotada de lobos marinhos deitados no sol descansando. É importante salientar que eles ficam soltos, não há correntes que separam as pessoas dos animais, mas isso não significa, por exemplo, que é permitido chegar perto ou tocar neles.

Praia de Conchas em Cabo Polônio - Uruguai
Praia de Conchas em Cabo Polônio – Uruguai
Lobo Marinho em Cabo Polônio - Uruguai
Lobo Marinho em Cabo Polônio – Uruguai
Lobería em Cabo Polônio - Uruguai
Lobería em Cabo Polônio – Uruguai

Da loberia seguimos para o Farol de Cabo Polônio. Ponto mais alto do vilarejo e com visão panorâmica de tudo o farol é “monumento” do local. Nomeado Monumento Histórico do Uruguai em 1976 o farol ajudou muito os navegantes a não terminarem como o galeão espanhol chamado Polônio, que naufragou por ali em 1735. Hoje em dia é possível visitar o farol por um valor de 25 pesos, são 132 degraus pra dar uma olhadinha lá de cima.

Farol de Cabo Polônio - Uruguai

O que comer em Punta del Diablo ?

Já havia passado das 12:00 então resolvemos voltar pro “centro” e encontrar algo pra comer. Confessamos que não achávamos que seria tão fácil e bom como foi, mas mais uma vez nos surpreenderam.

Por lá é cheio de pequenos restaurantes. Nós decidimos comer no Timbó que pelo que vimos tinha preços razoáveis e quando passamos na frente os pratos pareciam bem feitos, então escolhemos um Chivito al Plato e uma Milanesa al Pan Completa, achando que precisávamos de um prato pra cada. Ledo engano !

Cardápio do Timbó Restaurante.
Cardápio do Timbó Restaurante
Chivito al Plato
Milanesa al Pan

Onde dormir em Cabo Polônio ?

Depois de um almoço desses, demos uma descansada na praia, passamos em frente ao Hostel mais famoso de Cabo Polônio, o Viejo Lobo. Nós não ficamos por lá a noite, mas um casal de amigos ficou por lá e nos disse que é um hostel beeeem simples, mas com uma vibe bem bacana. Um pouco agitado demais pra quem não gosta de barulho e só quer descansar.

Viejo Lobo – Cabo Polônio – Uruguai

Resumindo, Cabo Polônio é um paraíso para quem gosta muito do contato com a natureza, por exemplo; O lugar é rústico, mas tem estrutura para quem curte comer em restaurantes, tem hostels bem simples, mas tem pousadas mais sofisticadas pra quem quer mais conforto e luxo. Se encaixa de alguma forma nos vários estilos de viajantes que passam por lá, então não deixe de ir conhecer.

Nós gostamos muito, então decidimos que em algum momento no futuro próximo, vamos passar alguns dias em Punta del Diablo e outros em Cabo Polônio e assim aproveitar bastante o verão no litoral do uruguaio.

Passamos um tempo pelas ruas e fomos até o ponto onde pegamos o caminhão novamente pra voltar para a central. De lá pegamos nosso carro e seguimos até Punta del Este, onde nos hospedamos no Mundaka Hostel, que é um hostel MUITO indicado por nós, mas isso é matéria para outro post.

Utilidades !!!

Quer ajudar o blog a crescer e ter vantagens pra quando você viajar ? Então dá uma conferida nesses links dos nossos parceiros.

Encontre as melhores passagens no Passagens Promo.

Quer viajar com tranquilidade e preparado pra imprevistos, dá uma olhada no Seguros Promo.

Precisa ficar conectado já na chegada em outro país ? Então nós recomendamos o Viaje Conectado.

Vai viajar e quer encontrar aquele lugar aconchegante e com um descontinho de até R$ 130,00 ? Airbnb

E pra concluir, caso esteja indo pra Patagônia e quer fazer os melhores passeios com uma agência pra brasileiros, dá uma olhadinha no Brasileiros em Ushuaia. Aliás, o Ushuaia é nosso próximo destino. Vamos conhecer o “fim do mundo” agora em Dezembro.

Compartilhe essa postagem!

One thought on “Cabo Polônio – Uruguai

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *