Dia 13 – Roadtrip Patagônia

Dia 13 (30/12/2016)

Buenos Aires.

Primeiro dia da capital, tomamos café da manhã e saímos totalmente sem rumo, descobrir o que fazer. Já fazia um pouco de calor pela manhã bem cedo, mas não estava nem perto do que enfrentaríamos durante o dia. Buenos Aires foi uma agradável surpresa pra nós, achávamos que seria tão cosmopolita quanto qualquer outra grande capital, mas ela guarda centenas de bons passeios pra se fazer. Andamos por dois quarteirões e já demos de cara com o Obelisco, todo decorado pro natal, imponente e tranquilo ao mesmo tempo. Alguns turistas, mas nada absurdo.

 

Obelisco – Buenos Aires

 

Encontramos ali um brasileiro, que infelizmente não me recordo o nome, vendendo passeios de sua empresa e shows de tango com jantares. Era BEM interessante e mais barato que nas empresas que víamos pelas ruas, nós não fizemos pois não estávamos com clima pra um show de tango e já havíamos planejado fazer nossos passeios apé, mas recomendamos que conversem com esse pessoal que vende os passeios ali no obelisco, pode se encontrar bons descontos. Feito isso decidimos ir apé até a sede do governo da Argentina, a Casa Rosada. Foi rapidinho, descemos alguns quarteirões por uma parte bem moderna e repleta de restaurantes e lojas até chegarmos a Plaza de Mayo !!!

Plaza de Mayo – Buenos Aires

 

Casa Rosada – Buenos Aires

 

A praça em si é bem simples, a casa também não é nada ABSURDO, mas tem uma arquitetura muito bonita, ela realmente é rosada e se destaca no meio dos prédios do centro de Buenos Aires, neste dia o Museu do Bicentenário não estava aberto, mas parece ser um bom passeio pra conhecer um pouco mais sobre a cidade. Neste momento já estávamos com MUITO CALOR, o sol estava muito forte e queimando fácil. Decidimos seguir caminhando até o Puerto Madero, que é pertinho da Casa Rosada, pescoço queimado e vontade de pular no Rio de La Plata não faltaram. Chegamos ao belíssimo porto perto do meio dia já. Paramos para descansar um pouco e trocar de pele, passamos um tempo por ali apreciando o polo gastronômico de Buenos Aires, um dos bairros com o m² mais caro da América Latina.

Puerto Madero – Buenos Aires

 

Puente de La Mujer – Buenos Aires

 

Seguimos por nossa peregrinação por Buenos Aires, passamos em várias praças e parques, ruas e vielas e nenhuma delas nos decepcionou. Retornamos ao hotel e definimos que voltaríamos até o Puerto Madero jantar neste dia.

Depois de um merecido descanso e um necessário banho saímos para conhecer o famoso Puerto a noite e acabamos no Jhonny B.Good. Um restaurante bacana, badalado e com uma pegada bem próxima do Hard Rock do qual tanto gostamos.

Jhonny B.Good

 

Terminamos a noite pela região. Caminhamos um pouco, a noite um ar mais fresco fez companhia e jogamos um pouco de conversa fora, mesmo viajando por tantos dias juntos as vezes não conversamos o normal, nos prendemos a analisar mapas, procurar informações sobre lugares e tudo mais.

 

Puerto Madero – Buenos Aires

Compartilhe essa postagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *