Roadtrip URUGUAI – Punta del Este

Chegamos ao nosso terceiro destino nessa pequena viagem. Como chegamos final da tarde decidimos ir diretamente para nosso Hostel, chegamos e fomos bem atendidos, achamos esse hostel no booking.com por um preço muito bom e ao chegarmos tivemos uma boa surpresa, o lugar é incrível e fora o banheiro que é bem pequeno o resto era muito melhor do que esperávamos, recomendamos o Hostel Mundaka. Lembrando que sempre que se fala em Punta del Este se fala nos altíssimos valores para se ficar na cidade. 

Uma das áreas de descanso do Mundaka.

Neste dia havia um DJ na piscina do hostel, mas acredito que fosse alguém trocando trabalho por hospedagem pois não havia tanta gente no hostel e nenhum evento marcado. No local da piscina  fica um pequeno bar onde se consegue alguns drinks, cervejas e sucos por um preço legal e também alguns snacks, mas nós definimos que neste dia comeríamos uma parrilla uruguaia e portanto pesquisamos no tripadvisor por um local onde as pessoas da cidade comem e caímos no La Balanza.

O La Balanza fica na verdade em Maldonado e era perto e fácil de chegar de onde estávamos. Fomos até lá e nos sentamos na área externa, fomos bem atendidos, fizemos nosso pedido e esperamos até a comida chegar.

Além das carnes que pedimos, nos ofereceram um queijo grelhado que era realmente muito bom, mas precisamos ser sinceros e dizer que até estava bom, mas poderia ser infinitamente melhor, parecia que a carne não tinha sido temperada. Resumindo, já comemos parrillas melhores e mais baratas, mas ainda assim valeu a visita. O preço como sempre não é barato, pagamos cerca de 965 pesos e continuo dizendo que o mais caro nessas refeições que fizemos no Uruguai eram as bebidas.

De lá seguimos diretamente para o hostel pra descansar. Tinha sido um dia longo e como no outro dia já iríamos pra Montevidéu não poderíamos ficar dormindo até tarde. Como estava um calor infernal, nós no sair deixamos o ar condicionado ligado e ao chegar encontramos o quarto um pouco mais fresco, o que foi muito bom pra conseguirmos dormir. Ainda haviam algumas pessoas na área da piscina, mas nenhum barulho, dormimos rapidinho.

Pela manhã fomos ao café do Mundaka, que é bem completo. Tem boas opções desde cereais, pães doces, salgados, leite, sucos, café e por ai vai. Pelo valor que pagamos no hostel não esperávamos um café tão bom, mas mais uma vez nos surpreenderam. Tomamos café, pegamos nossas mochilas e o carro e saímos em direção aos monumentos de Punta del Este.

Pra começar o dia fomos andando pela belíssima orla da cidade e mais uma vez ficamos de boca aberta, o que são aquelas mansões ? Pros que não sabem a cidade é famosa por ser uma cidade luxuosa, mas passar por ali e ver as casas é bem interessante, ficamos tão espantados que fizemos a volta e passamos de novo pra admirar as imensas construções na avenida que divide a cidade do mar.

Rodamos pela orla até chegarmos no monumento La Mano, o monumento fica na areia da praia, ali do ladinho da rua mesmo, tem um estacionamento municipal por ali, mas apesar de ser final de dezembro nós estacionamos na rua mesmo, praticamente em frente ao monumento. Confesso que esperava muito mais, mas MUITO mais. É um pequeno monumento, quando chegamos estavam construindo uma espécie de deck de madeira, haviam algumas pessoas, mas não muitas, tiramos umas fotos e fomos embora, realmente não nos impressionou, mas a praia é muito bonita, uma longa extensão de areia e um mar um pouco agitado. Seguimos então para outro ponto.

Seguimos então rodando pela cidade, conhecemos alguns bairros, algumas regiões e decidimos que era hora de ir para a Casapueblo, mítica casa de verão do artísta Carlos Páez Vilaró que fica em Punta Ballena.

A região ao redor da Casapueblo é fantástica, lembra uma península adentrando as águas. Antes de ir para o museu fomos até ali tirar umas fotos e comprar uns souvenires e valeu a pena dar uma explorada pelo local.

Depois de gastarmos um tempinho tirando fotos, fomos até a entrada do museu, pagamos cerca de R$ 36,00 por pessoa e entramos na famosa Casapueblo.

Ao entrar fomos diretamente a uma pequena salinha cinema, onde passava no telão um filme sobre a vida do dono da casa, Carlos Vilaró. Geralmente não me interessaria por um filme antigo naquele lugar tão pitoresco, iria direto pra fora, mas paramos pra assistir sentados nos bancos que tem o mesmo estilo da parte externa da casa e ficamos até o final, que experiência de vida esse cara teve hein  !!! Muito interessante, recomendamos assistir todo o documentário.

A casa é incrível, um museu incrível que remete a tudo que vimos no documentário um pouco antes, muita história, muito conhecimento e tudo muito bonito. Ali funcionam o museu e também um hotel, cujos clientes nós invejamos por estarem na piscina enquanto caminhávamos pela parte do museu, o calor estava de matar neste dia.

Passamos um bom tempo ali, apenas admirando e pensando o quanto deve ser bom estar hospedado ali e observar toda aquela paisagem ao acordar e ao dormir, sejamos sinceros, a Casapueblo é o grande monumento de Punta del Este na nossa opinião. Gostamos muito, e pretendemos voltar, quem sabe até pra nos hospedar um dia  !

Quando cansamos do local, pegamos nosso carro, fomos tirar mais algumas fotos por perto e partimos em direção a Montevidéu.

Gostamos de Punta del Este, é uma cidade bem viva, muito bonita e limpa e o povo é bem educado. As praias são lindas, o ambiente em si é muito bacana, devemos voltar em breve pra lá.

No próximo post contamos como foi nossa passagem pela capital, Montevidéu e recomendamos a todos um site que nos ajuda muito na hora de pesquisar sobre os lugares que vamos conhecer, o mochileiros.com onde fica fácil achar várias dicas sobre o Uruguai.

Compartilhe essa postagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *