Dia 6 Roadtrip Patagônia (Full Day em Torres Del Paine)

Nesse artigo iremos contar um pouco sobre o dia 6 Roadtrip Patagônia. Quer saber mais? Continue acompanhando com a gente!

Dia 6 Roadtrip Patagônia (23/12/16) – Torres Del Paine, dia 01 ! 

De fato, chegamos no dia 6 Roadtrip Patagônia. Acordamos cedo pra não perder a graça de Puerto Natales, que era então nosso destino PRINCIPAL.

Primeiramente cabe dizer que Puerto Natales é fantástica. A paisagem misturando a cidade e o horizonte cheio de montanhas, com seus picos nevados é de tirar o fôlego. Em suma, a cidade respira pelos aventureiros.

São centenas, talvez milhares que estão ali lotando os Hotels, hostels, B&B’s e demais com o mesmo intuito, se aventurar pelo parque Torres Del Paine. Você caminha pelas ruas e vê para todos os lados mochilas, botas de trekking e grupos de viajantes determinados.

Dessa forma, a atmosfera é ótima, a cidade é muito bem preparada para os turistas e obviamente alguns itens são relativamente caros. Afinal, estamos em uma parte muito remota, mas infelizmente tínhamos só 2 dias completos por ali, então decidimos sair logo em busca dos famosos pontos turísticos de Torres Del Paine.

Quanto ao parque, não há como descrever a beleza. O parque nacional é considerado Reserva Mundial da Biosfera pela UNESCO. Destino bastante procurado por praticantes de trekking, o parque conta com alguma famosas “trilhas”, como os circuitos W e O, e tem toda uma preparação com campings, refúgios e tudo mais para atender os turistas, mas no nosso caso fizemos 2 dias de passeios pelo parque.

Vale lembrar que, este post é destinado ao primeiro dia onde rodamos o parque de carro procurando os melhores pontos para quem não está fazendo algum dos circuito.

Saindo de Puerto Natales, rodamos cerca de 85km até a Portería Rio Serrano

Praticamente todo o percurso é feito sobre estradas de rípio então a atenção deve ser redobrada, mas nada que possa impossibilitar o passeio, também existem transfers privados e uma linha de ônibus que observamos que muitos mochileiros usam. As imagens já nestes 85km são incríveis.

Ao chegar foi necessário apresentarmos passaportes e adquirimos as entradas que custaram 21.000CLP (pesos chilenos) por pessoa. De lá saímos com um mapa e indicações do que seria possível conhecer em um dia de carro.

Fomos diretamente até o Lago Grey, onde é necessário parar e caminhar por cerca de 2km até o mirador. A trilha é leve, praticamente toda plana e se faz em cerca de 40 minutos com tranquilidade. Recomendamos sempre carregar a mochila com algo para comer e água. No parque é muito difícil encontrar algum lugar para comprar.

Fotos do caminho para o Lago Grey.

dia 6 Roadtrip Patagônia

Algumas fotos da trilha e do Lago Grey.

dia 6 Roadtrip Patagônia
MIRADOR LAGO GREY
LAGO GREY E MONTANHAS
FINAL DA TRILHA DO LAGO GREY
LAGO GREY
ICEBERG NO LAGO GREY
LAGO GREY E AO FUNDO GLACIAR GREY

Ficamos um tempo por lá, observando o lago. Claro que também há o Glaciar Grey, mas da distância que está o mirador, quase não se vê. Lembrar de sempre ir com boas roupas para o frio, o vento neste local é bem forte e muito gelado. Uma dor de garganta, ou gripe com febre podem acabar com a viagem, felizmente estávamos todos preparados e não tivemos imprevistos.

Voltamos do Lago Grey cerca de uma hora depois e saímos em busca de mais lugares. Sempre seguindo o mapa e as indicações das placas, respeitando o parque, seus moradores (fauna e flora) e os visitantes.

Salto Chico

Nossa próxima parada foi onde tiramos algumas de nossas melhores fotos. Paramos no Salto Chico e percebemos que é meio negligenciado erroneamente pelos visitantes.

O Salto Chico é lindíssimo e ao seu redor tudo colabora com a paisagem. É só parar em um pequeno estacionamento e seguir caminhando por alguns minutos descendo uma espécie de escadarias e passando pelas instalações luxuosas de um Hotel da região. A vista do Salto Chico é a que segue nas fotos abaixo.

ESCADARIAS SALTO CHICO
dia 6 Roadtrip Patagônia
SALTO CHICO
dia 6 Roadtrip Patagônia
SALTO CHICO E HOTEL AOS FUNDOS

Ficamos um bom tempo ali tirando fotos. O lugar é absurdamente lindo. A água e de uma cor que as nossas fotos não conseguem recriar totalmente, e como sempre as montanhas atrás emolduram tudo com primor. Deste ponto, seguimos até o carro para irmos até o Lago Pehoe.

Lago Pehoe

dia 6 Roadtrip Patagônia
dia 6 Roadtrip Patagônia
DCIM100GOPROGOPR2046.
dia 6 Roadtrip Patagônia
dia 6 Roadtrip Patagônia

De fato, o Lago Pehoe também é lindíssimo e nele há uma ilha onde fica a Hosteria Pehoe, um lugar fascinante onde imaginamos deve ser fantástico de se passar a noite. Está nos nossos planos passar ao menos uma noite na Hosteria na próxima expedição que faremos.  Detalhe para a foto clássica onde o esposo é forçado a fazer uma pose para e tirar a foto.

dia 6 Roadtrip Patagônia
LAGO E HOSTERIA PEHOE

Em seguida, logo após o Lago Pehoe, resolvemos conhecer o Salto Grande, mas ao chegar lá e iniciar uma pequena subida começou a chover, e para evitar desconfortos decidimos então voltar para casa e descansar pois no próximo dia teríamos a trilha para a base das Torres Del Paine, famosa montanha que dá o nome ao parque.

Contudo, tivemos a infelicidade de furar um pneu na volta, mas nosso amigo Luiz e eu demos conta do recado, chegamos na cidade procuramos uma GOMERÍA e já arrumamos o mesmo, para não termos problemas no outro dia.

Depois disso, um pouco de descanso em casa, banhos tomados e roupas limpas, fomos jantar em um restaurante da cidade. Comida simples, mas boa e o preço era basicamente o mesmo das refeições da Argentina. Gostamos mais da comida no Chile do que na Argentina, mesmo preço, mas não era só carne e salada. Sempre havia um arroz ou um purê para acompanhar.

Voltamos para a casinha do Sr. Ángel, deitamos e fomos dormir.

Compartilhe essa postagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *